MOSTRANDO

SÓ PARA LEMBRAR, QUE ALGUMAS VEZES ESTOU POSTANDO NOS OUTROS ESPAÇOS DO SÍTIO, DAQUI. OU ESTOU ISOLADA EM ALGUM SÍTIO DE CÁ, FORA DO MUNDO BLOGAL.


Tenho postado AQUI ou AQUI

sábado, 25 de julho de 2009

Atualizações

Nem sei mais em quantos mundos vivo. Se parar para pensar, poderia listar quais são e contar. Mas prefiro assim, em trânsito, simples movimento, sem muita reflexão a respeito dos porques. Ou dos por que. É assim? Ou outro auto engano, especialidade minha, ou quem sabe, da grande parte da humanidade.
Bem, avancei muito nesta fase onde as transiçoes se fizeram mais intensas e frequentes, exigindo um grande esforço. Maior ainda por exigir interações que venho procurando evitar. Não sou mesmo boa nisso.
Ficou pronta a reconstrução da casinha. Um "cantinho p'ra chuva" num lugar tão lindo que paredes são demais. Se tornam dispensáveis. Embora sempre um desejo de mais, possa ir modificando essas condições. Ontem levei colchão, almofadas, louças. Um pouquinho só. Dormi ao som da chuva no telhado antigo, de eternit. Li, como há muito tempo não conseguia fazer . E voltei para cá, a casa dos cachorros. Sou necessária ao bem estar deles. E não consigo levá-los. Lá, ou presos, ou dano ambiental severo. Embora existam cães na vizinhança,ficam presos à casinhas. Eu teria que deixá-los em espaços suficientes para diversão, exercícios, abrigos, pelo menos como estão aqui. Tambem não aceito bem a ideia de levar para lá antenas que aumentem o potencial de captação de ondas de telefonia, internet, tv. Fico pensando que tenho o ar mais puro que existe. E não abro mão dessa ideia.
Quando digo que "ficou pronta..." falo de um básico super básico. Faltam, por exemplo, vidros nas janelas. E outras coisas tais. Mas já colho o que almoço. Frugalmente.
Emagreci um tanto. O que foi bom, era necessário. E nada fiz específicamente para isso. Apenas me movimentei e fui feliz. Estou feliz. Como um mar, em ondas. Os baixos existem. Tal como os vales e as montanhas. Aprendi a acreditar na recuperação, entendida como renovação.
Creio que estou menos obsessiva. Que estou me aproximando de meu centro.
Eu e aquelas montanhas somos idênticas. E preciso dessa parte de mim. Pois sou parte delas.

nota: O pc está pronto, mas não fui ainda buscá-lo. Fico me sentindo ... sei lá, lastimando-me por não postar minhas fotos. Sensação de incompletude. Mal feito.

7 comentários:

Beatriz disse...

Ai que lindo! Que lindo! Fiquei feliz tb! Quero tanto chegar nesse ponto, mas a pressa pode ser inimiga. Enquando isso vou levando.. Fico muito feliz por vc!! Beijoss

Selena Sartorelo disse...

Não quero pensar nem sentir em concordar
Saber onde se está
Como o querer ou mesmo
sem querer saber o precisar.
O poder em poder escolher
onde se quer ficar.
Um universo inteiro a se tranformar
o momento que evita ou despreza, foge ou renega.
O momento consciente do tempo sem passado, futuro ou presente.
Não precisa escolher
Apenas sossegar onde quer que se pode estar.

Beijos, saudades e feliz, pois cada vez que venho aqui sinto que um pouquinho mais da vida eu percebi...o que na verdade está mais é virando uma grande confusão rsrsr!!!!! Mas estou tendo os professores mais especiais que um aluno pode ter...aquele sem compromisso, perfeição... sem culpa, resposabilidade nem obrigação...

O verdadeiro sentimento de Amor o professor da desalienação. (li algo parecido com isso num e-mail que recebi da Lília do blog Arco-Iris, e percebo quanto tem sentido.

beijos a você, a casinha, ao filho, netos e bichos os do mato e os outros que não são rsrs!!!

©tossan disse...

Como é bom as montanhas, servir-se dela, plantar, colher e respirar ar puro. Gostei de te ler. Muito! Beijo

CHRISTINA MONTENEGRO disse...

VIDÃO!!!...
Parabéns!
BJS!

duarte disse...

ola d.sra urtigão
de facto tb tenho colhido, mas em quantidade suficiente , que me deixa à beira do sufoco...
aqui a chuva, nem vê-la, os confortos são uma almofada suada e um colchão enorme. quanto a incompletude...vai existindo, para poder sonhar.
abraço deste vale em plena ceifa.

Beatriz disse...

Saudade!!! De tudo! Inclusive de seus comentários rs Beijoss

anareis disse...

Querido novo amigo ,estou precisando muito da ajuda de todos os amigos. estou montando uma minibiblioteca comunitária pra crianças e adolescentes na minha comunidade carente aqui no Rio de Janeiro,se voce puder me ajudar estou fazendo uma campanha de doações. pode doar qualquer quantia no Banco do Brasil agencia 3082-1 conta 9.799-3, ou pode doar livros ,ou pode doar máquina de costura, ou pode doar retalhos, ou pode doar computador usado. se quizer fazer aguma doação entre em contato com meu email: asilvareis10@gmail.com ,eu darei o endereço de remessa. se voce não puder me ajudar com doações pode divulgar minha campanha, tenho 2 blogs no google gostaria da sua visita: Eulucinha.blogspot.com ,obrigado pela sua atenção.

Seguidores