MOSTRANDO

SÓ PARA LEMBRAR, QUE ALGUMAS VEZES ESTOU POSTANDO NOS OUTROS ESPAÇOS DO SÍTIO, DAQUI. OU ESTOU ISOLADA EM ALGUM SÍTIO DE CÁ, FORA DO MUNDO BLOGAL.


Tenho postado AQUI ou AQUI

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

PARTINDO NO SENTIDO OPOSTO DOS MEUS DESEJOS PARA ATENDER NECESSIDADES DE PESSOAS QUE NEM GOSTAM DE MIM.
Isso é a vida, por isso que temos que crer em vida além da morte, para não desistirmos da vida como se apresenta. Dou então o voto da dúvida.

5 comentários:

São disse...

Como a compreendo, amiga!!
Façamos o que devemos, mesmo assim, nem que seja por nós. Para ficarmos de consci~encia limpa.

Um abraço solidário.

Rubinho Osório disse...

O Brabo postou algo ontem, de Derrida, que se encaixa como luva na tua situação. E mesmo sem entrar na questão "vida após a morte", asseguro que a tua vida merece ser vivida. Para mim, tem sabor, profundidade, plenitude. Fique em Paz!

O Árabe disse...

A verdade é que assim é. Mas a Vida é uma só... só variam as roupagens. :) Boa semana, amiga!

Nilson Barcelli disse...

Evidências da vida para além da morte, não as tenho.
Mas o inverso também ainda ninguém mo demonstrou...
Assim sendo, a dúvida será a postura mais correcta.
Querida amiga, boa semana.
Um beijo.

xistosa - (josé torres) disse...

Como só acredito no que se vê no presente, não penso no futuro e portanto sou muito crítico ao que poderá acontecer.
Morrer é morrer e acabou-se.

Seguidores