MOSTRANDO

SÓ PARA LEMBRAR, QUE ALGUMAS VEZES ESTOU POSTANDO NOS OUTROS ESPAÇOS DO SÍTIO, DAQUI. OU ESTOU ISOLADA EM ALGUM SÍTIO DE CÁ, FORA DO MUNDO BLOGAL.


Tenho postado AQUI ou AQUI

quarta-feira, 14 de novembro de 2012


Estou com saudades de nem sei o que, de uma felicidade que sonhei ou desejei, de lampejos de possibilidades em meu passado, de sonhos abandonados e  enterrados , por coerência, pela impossibilidade de realizá-los. Saudades de quem eu seria ou  qualquer coisa assim, inexplicada. Saudades da convivência quase diaria com os amigos daqui, antes da onda que fez todo mundo migrar  para outras aventuras.

4 comentários:

myra disse...

bela foto...solidao...sabe querida Tania, eu poderia ter escrito o que escreveu aqui...assim me sinto tabem,
beijos imensos, irma!!!!

Rubinho Osório disse...

Bela definição para a palavra "nostalgia"...

oimpressionista disse...

Quem tem a cura pro seu, pro nosso, pro "meu vício / De insistir nessa saudade que eu sinto / De tudo que eu ainda não vi." (Renato Russo, "Índios")?
Não se preocupe, você conhece bem o mar e sabe que as mesmas ondas que levam pra longe, trazem de volta. Nem sempre o mesmo, nem sempre logo, nem sempre pro mesmo lugar. Mas trazem.
Enquanto isso, navegamos, em nossos cursos, ou à deriva.

O meu pensamento viaja disse...

Adorei o seu comentário. Ainda chego lá e jogo no lixo o ferro de passar.
Beijo

Seguidores