MOSTRANDO

SÓ PARA LEMBRAR, QUE ALGUMAS VEZES ESTOU POSTANDO NOS OUTROS ESPAÇOS DO SÍTIO, DAQUI. OU ESTOU ISOLADA EM ALGUM SÍTIO DE CÁ, FORA DO MUNDO BLOGAL.


Tenho postado AQUI ou AQUI

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Oh ! Ninguem é perfeito !


Ou, encontrei pés de barro em meu ídolo tambem.

Assim:

" A não ser os homens, não conhecemos na Natureza nenhuma coisa singular cuja alma possa dar-nos alegria e à qual nos possamos unir por amizade ou algum gênero de relação; o que há, pois, na natureza fora dos homens, a regra do útil não reclama que o conservemos, mas podemos, segundo essa regra, conservá-lo para diversos usos, destruí-lo ou adaptá-lo ao nosso uso de qualquer modo "

( B. de Spinoza )

5 comentários:

Paula Barros disse...

Ídolos, somos nós que o criamos, como gostaríamos que eles fossem. E eles tem pé de barro, tem mau humor, chulé...é humano, e um dia vemos o verdadeiro ser que está por trás do ídolo.

(querida, não sei se serve para você, mas no fundo conversava comigo, precisava ouvir e dizer isso a mim mesma. )

Obrigada. beijo

Rubinho Osório disse...

Se até nossos ídolos nos desapontam, o que dirão de nós?!
É bom pra nos manter humildes... pés de barro todos temos, certo?

N. Barcelli disse...

O livre arbítrio tem os seus custos... mas é melhor não abrir mão dele...
Beijo.

oimpressionista disse...

Coitado do Baruch... Nunca teve um cãozinho pra brincar com ele... Criança de apartamento... Ficou ignorante dessa parte.

Pimenta disse...

Esta é apenas uma descrição da humanidade,essa que se julga, sem culpa, sem o mínimo impedimento, ter direito á dispor de tudo que anda sobre a terra,achando que tudo que existe é deles por direito.
Uma falha catastrófica, pelo que vemos.Eu nuncas tive muitos ídolos.Eles falham por serem humanos em algum ponto.Eu idolatro os ursos.Eles comem pessoas,rsrsrsr.
bjs, tava com saudade de ti.

Seguidores