MOSTRANDO

SÓ PARA LEMBRAR, QUE ALGUMAS VEZES ESTOU POSTANDO NOS OUTROS ESPAÇOS DO SÍTIO, DAQUI. OU ESTOU ISOLADA EM ALGUM SÍTIO DE CÁ, FORA DO MUNDO BLOGAL.


Tenho postado AQUI ou AQUI

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Novo ano



Passado o natal, passando o tal de ano, finalmente as coisas irão ficar quase normais.  Sem esse frenesi de felicidade, como se as coisas mudassem por se ficar dizendo, apenas em palavras, coisas legais. Paz, amor , prosperidade, tudo de boca p'ra fora, pois em ações, poucos são os que realizam algo pelo próximo  e  menos ainda pelo próximo distante, aquele que se ouve falar  em pesquisas, noticiários ou nem se ouve . Em meio as suas festas, quantos se preocupam realmente com a festa, por exemplo, daqueles que ajudam nos " serviços menores "?  Ah !  Mas pensam, são assim mesmo, é merecimento, se tenho é porque fiz por merecer  e o pobre é A) malandro  B )   etc... Não vou ficar aqui enumerando preconceitos que encontro em todo canto.
Mas de repente compreendi certas coisas. Que não tenho que perdoar quem continua a repetir agressões, mas sim perdoar a mim mesma por não perdoar.  E que não tenho que tolerar o intolerável, a estupidez humana, a burrice persistente, a maldade.  A essas devo  combater, sempre, ou estaria sendo conivente.

2 comentários:

Rubinho Osório disse...

Combater, sim. Sabendo entretanto que é infinita a estupidez humana...

Angela Ursa disse...

Combater, denunciar, sempre que possível, tanta coisa errada.
Beijo da Ursa

Seguidores