MOSTRANDO

SÓ PARA LEMBRAR, QUE ALGUMAS VEZES ESTOU POSTANDO NOS OUTROS ESPAÇOS DO SÍTIO, DAQUI. OU ESTOU ISOLADA EM ALGUM SÍTIO DE CÁ, FORA DO MUNDO BLOGAL.


Tenho postado AQUI ou AQUI

domingo, 26 de agosto de 2012

Fácil, assim.

É  tão simples  a receita para  a felicidade.
Assim:
*Ame  sem esperar ou desejar  ser amado.  Amor somente.
*Ação, faça sem esperar recompensa ou agradecimento. Ação pela ação  e não por  seus frutos.
*Perdoe,  não importa o quanto nem quantas vezes foi ferido, perdoa. Inclusive e primeiro  a si próprio.
*Nada tema.  Sem medos ou preocupações.



Agindo assim, a felicidade é certa. Não mais angustias, ressentimentos, nada para obnubilar a alegria.
Por que eu não consigo ?

.

7 comentários:

mariza lourenço disse...

eu também não consigo. somos humanas, né?
beijo

myra disse...

nao se preocupe, nao consigo, igual!!!! mas vc escreve tao bem!
bjos

oimpressionista disse...

Você, eu e o resto do mundo não conseguimos o tempo todo, porque é difícil pra @#$% fazer isso. Agora, de vez em quando, por um momento, todo mundo acerta os quatro pontos dessa loteria. Sabemos que sim pois sabemos bem como nos sentimos plenos quando isso acontece, mesmo que a sensação não dure muito.

E então, acho, a vida vale a pena quando a gente consegue encontrar os instantes em que isso aconteceu, e ligá-los pra formar o desenho de quem talvez não sejamos o tempo todo, mas que é quem realmente queremos ser. E se identificar com esse retrato, mais do que qualquer outra coisa.

E pronto. Mais que isso, não dá...

Dona Sra. Urtigão disse...

Só isso já é uma imensa tarefa.

Dona Sra. Urtigão disse...

estou pensando a respeito do que disse oimpressionista, algo não encaixou.

oimpressionista disse...

O que eu quis dizer é que Thomas Edison fez milhares de tentativas que não deram certo, de construir uma lâmpada elétrica, mas em algum momento ele acertou. Para alguém de fora, pode ser que o que defina Thomas Edison seja o acerto. Mas ele sabia que o que o definia eram todos os erros anteriores cometidos em busca do acerto. Suas frases deixam isso claro. Se nossas vidas forem sucessões de erros cometidos em busca do acerto, são vidas suficientemente boas. Foi isso que eu quis dizer, embora usando uma linguagem árida e equivocada. Isso foi um erro. Estou tentando de novo ;-)

cosmos disse...

No meu caso não consigo pela educação castradora que recebi porque nasci amando, fazendo e perdoando e ainda sou muito assim mas esse finalzinho de nada temer e não ter preocupações é que não se aplica.

Com o acumular de experiências de vida também se perde um pouco a inocência do amor incondicional que não tem retorno, a vontade de agir quando parece que as acções têm um efeito invisível. O reconhecimento é necessário porque é a identidade do individuo e pelo que assimilei ao ver a vida, algumas boas pessoas só vêm determinadas qualidades reconhecidas quando partem e não mais estão disponíveis para as facultar.

Seguidores