MOSTRANDO

SÓ PARA LEMBRAR, QUE ALGUMAS VEZES ESTOU POSTANDO NOS OUTROS ESPAÇOS DO SÍTIO, DAQUI. OU ESTOU ISOLADA EM ALGUM SÍTIO DE CÁ, FORA DO MUNDO BLOGAL.


Tenho postado AQUI ou AQUI

domingo, 1 de março de 2009

FELIZ ANO NOVO BRASILEIRO


Hoje a meia noite, começa o ANO NOVO BRASILEIRO.
Com algumas pequenas interrupções, feriados emendados ao fim de semana, mas não é este o povo mais feliz do mundo ? Afinal, quando se discute internacionalmente, nos meios filosóficos-acadêmicos a questão do ócio, ócio criativo,ou base do bem-estar, nós aqui, antecipando toda e qualquer duvidas, já exercemos plenamente este dom. Voces pensam que estou a falar mal? De jeito nenhum! Nada melhor do que vida-a-toa para que se possa buscar formas de conhecimento, do mundo, de si mesmos, qualquer um, que não seja o conhecer da hora de acordar mais cedo do que manda o bom senso para correr, correr, correr, parados em engarrafamentos, para chegar ao trabalho, para ter direitos, principalmente o de permanecer vivo para poder...trabalhar mais e mais, além de produzir futuros trabalhadorezinhos para este mundo que necessita tanto da produção de supérfluos para que todos possam ter mais ou pelo menos ter mais desejos de ter mais.
Então, que este ano que se inicia seja livre da nova crise que se instala e que possamos, já conhecedores das nossas velhas crises, produzirmos bastante para que os outros cresçam.
FELIZ ANO NOVO, brasileiros.

13 comentários:

disse...

Estou apostando todas as minhas fichas nesse novo ano que se inicia. As fichas são poucas, mas preciso acreditar que algo vai melhorar!
Ficar a toa é bom quando quase não temos tempo em meio a correria do dia a dia. No entanto eu ando a toa por motivo de força maior (desemprego!!!!) e estou doida para arrumar ocupação, chega de ócio, por enquanto!!!

Domenico Condito disse...

Então, Feliz Ano Novo! Um 2009 iluminado, alegre e colorido como os fogos de artifício que vão acender o céu daqui a pouquinho!
Que venha 2009, com muita paz, saúde e prósperidades.

Angela Ursa disse...

Uma coisa que desejo muito este ano é que o aquecimento global seja contido. Porque o calor anda insuportável. Nunca vi um calor assim nos últimos anos. Beijos da Ursa

D.Ramírez disse...

Sensacional!!! hahaha e bem verdade, o ano no Brasil começa hoje mesmo!!!
Feliz Ano Novo!!!!!
Muito bom mesmo esse post.

Besos

Selena Sartorelo disse...

Estou respondendo por aqui, pois não consegui por e-mail.(respota ao comentário que vc fez em um texto "A mesmice disfarçada" do possibilidades) Só hoje fui ver que a resposta foi, mas foi não sei prá onde, então agora eu sei que ela vai mesmo rsrsr.

Resposta do comentário:
Rindo muito...Eu que adoro seus comentários...
Ah! mudando de assunto eu queria te dar uma sugestão, não sei se você conhece Hélio Ziskind
Ele tem um Cd infantil chamado O "Gigante da Floresta" é a história de uma árvore gigante e milenar, um jequitiba, meus filhos cresceram ouvindo essas músicas.
E a dica da Maria minha caçula, é hoje você ouvir Adriana Partimpim - um cd da Adriana Calcanhoto que também é muito bom... Se conhece maravilha, se não conhece eu recomendo..os netos vão amar!!!!!( e agente também rsrsr)

Beijos
Selena

São disse...

Então, bom ano novo, rrss

Um abraço.

Nilson Barcelli disse...

Gostava de viver num país rico como a Suécia e feliz como o Brasil.
A mistura dos dois seria o ideal, mas já ouvi um filósofo afirmar que a riqueza e a felicidade têm muito a ver com o clima...
Será?
O que os não brasileiros sentem é que vocês são as pessoas mais felizes do mundo.
E isso tb é riqueza...
Boa semana, beijos.

Selena Sartorelo disse...

Sim, tem razão quando diz que o ano começa hoje, esse ano um pouco mais tarde ainda...cresci ouvindo isso. O ano no Brasil só começa depois do carnaval..e agora além de ouvir também repito.
Na verdade somos brasileiros! Paulista,paulistanos, cariocas e capixabas, baianos e ernambucanos, mineiros e gaúchos e tantos mais. Sinto apenas que esse tempo que adiamos e depois esse outro que tentamos recuperar poderia ter mais conteúdo e menos quantidade. Vivemos num país incrível com um povo maravilhoso e acho que tudo ou muito desses são muito, mas, muito mal paroveitados...precisamos espalhar prá esse povo o quanto de qualidade ele possuí...rsrsr
Nossa alegria é reconhecida, mas infelizmente o resto também. Poderíamos ocupar mais o nosso tempo com projetos maiores e melhores, mais inteligentes e mais interessantes á começar por esse grande espetáculo que é o carnaval brasileiro.
Enfim, comecei mas é tanta coisa que desisti no meio...

Beijos,
selena

netuno artes disse...

fiz um selo para os amigos, mande seu e-mail para eu enviá-lo para a senhora,
abçs

sergiosky@ibest.com.br

Rubinho Osório disse...

Ócio, trabalho, ócio, trabalho. Aí está um dilema atual: qual vale mais? No Brasil, com clima quente e muita praia, o ócio ganha. Nos países de clima temprado, com inverno rigoroso, quem não trabalhar, morre de frio. Simples assim. Que globalização, que nada!

osrevni disse...

O ócio criativo é uma maravilha... o problema é o ócio étilico-sambista...

Oliver Pickwick disse...

Muito curioso! Todos sabem disso, mas aposto que ninguém se lembrou deste detalhe do nosso calendário tupiniquim.
Um beijo!

Dona Sra. Urtigão disse...

Aos amigos, desculpem-me as ausencias, mas voces são bem vindos ao sitio mesmo quando não estou.

RÊ,
boa sorte, então.

Domenico,
será!

Angela Ursa,
quanto a isso, acho que podemos desistir. Que continuemos a fazer a nossa parte e tentar transmitir ao outro a vontade de fazer também.

D. Ramirez,
espero que comece mesmo.

Selena,
agradeço pela dica, vamos a busca.

SÃO
e tudo do melhor para voce

Nilson,
a questão do clima e felicidade pode ter lógica pelo azul do céu. O cinza é em si sombrio. Mas o brasileiro esta perdendo a alegria, sendo consumido pelos desejos do consumo.

Netuno,
agradeço, estou enviando o email. desculpe-me pela demora passada e futurá, pois sou aprendiz destas tecnologias e demoro a copiarcolarsalvar as coisas nos lugares certos. Além, óbvio da sempre necessária partilha justa do tempo.

Rubinho,
este eterno drama da cigarra e da formiga.

osrevni,
ou o inverso, o problema não é o ócio, mas o trabalho etílico (e sambista)

Oliver,
ninguem diz que lembra porque é explicitamente incorporado então nem possibilidade de esquecer.

Um grande abraço a todos.

Seguidores