MOSTRANDO

SÓ PARA LEMBRAR, QUE ALGUMAS VEZES ESTOU POSTANDO NOS OUTROS ESPAÇOS DO SÍTIO, DAQUI. OU ESTOU ISOLADA EM ALGUM SÍTIO DE CÁ, FORA DO MUNDO BLOGAL.


Tenho postado AQUI ou AQUI

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Cantiga de roda


Em certos passeios, em quase todos os lugares em que passo, sempre encontro uma placa tosca indicando "Palmital" dando entrada a alguma estradinha de terra. E fico tentada a entrar, com uma esperança aparentemente absurda de que alí encontrasse uma dobra dimensional que me deixasse ràpidamente naquele outro Palmital.
A cada vez que, na cidade ao lado, passo por conduções que se dirigem a "Palmital", quase saio do meu rumo, troco a direção, pensando com o coração que me resta e sem pensar com a razão, que seguindo ali, eu chegaria lá, naquele outro Palmital.
Lá no Palmital, onde fica meu coração, sempre que venho cá, dividido pelos dois cavaleiros que me deram a mão, quando ao chão, depois de muitas voltas e volta e meia, eu sequer imaginava que ainda tivesse coração, só cicatrizes.
Lá no Palmital, "tanta laranja madura, tanto limão pelo chão" e tanto amor esparramado dentro do meu coração!

3 comentários:

Beatriz disse...

Que bonito! Um portal no pamital.. quem sabe?!?

Nilson Barcelli disse...

"Lá no Palmital, "tanta laranja madura, tanto limão pelo chão" e tanto amor esparramado dentro do meu coração!"

Adorei o texto, especialmente a frase final que destaquei.

Querida amiga, boa semana.
Beijo.


PS:
Peço desculpa por inserir fora do contexto do seu post um comentário ao seu comentário do meu poema "Não há flores nas favelas do Rio de Janeiro".
Concordo com o que diz no seu comentário, mas a sua interpretação do poema não coincide com o que eu quiz dizer.
As flores que não há nas favelas são, no essencial, "o pão, a saúde e a educação". E essas não dependem da gente boa que lá habita (tenho amigos que moram em favelas). Até fiz novo poema, que já publiquei, por causa de eventuais mal-entendidos... que são naturais em poseia, já que nunca se diz tudo...
Desculpa, uma vez mais, ter metido esta "bucha" no comentário.

Angela Ursa disse...

Dona Sra. Urtigão, bonita cantiga e linda foto! Beijo da Ursa

Seguidores