MOSTRANDO

SÓ PARA LEMBRAR, QUE ALGUMAS VEZES ESTOU POSTANDO NOS OUTROS ESPAÇOS DO SÍTIO, DAQUI. OU ESTOU ISOLADA EM ALGUM SÍTIO DE CÁ, FORA DO MUNDO BLOGAL.


Tenho postado AQUI ou AQUI

terça-feira, 18 de maio de 2010


Sabe, aquele muro branquinho, no alto da colina, em meio ao cafezal ? É um cemiterio!
Tem muita gente tomando café bem adubado...
( Eu sou uma brasileira atípica, detesto café, detesto até o cheiro do café, que me dá náuseas )

7 comentários:

disse...

Hummmm.... eu adoro um cafezinho quentinho, ainda mais no frio da serra.
Mas esse café aí do muro branco nao deve ser muito agradavel.... arrrggt
rs
Bjs

Rubinho Osório disse...

Também não bebo café, mas aprecio a aroma.

São disse...

Adoro café...e chocolate.

De cemitérios não sou grande apreciadora, rrs

Um abraço.

Pimenta disse...

Tem gente que toma até café cagado de cabra!Eu também tomaria...
bjo

oimpressionista disse...

Amo café desde criança. Quisera tê-lo nas veias, quando meu sangue não se mostra tão forte quanto o café que gosto de tomar. Que será do meu corpo depois que eu me for? Não sei. Desse instante em diante, sobre nada mais terei o menor controle. Mas se for da vontade do destino que ele se desfaça em meio aos cafeeiros, que me tenham eles - então - em suas veias, feito em boa seiva, dando ao fruto bom sabor.

Tudo isto para explicar que o amálgama de sua bela foto com minhas lembranças resultou neste post rememorativo de uma canção que acho bela: http://oimpressionista.wordpress.com/2010/05/19/poeira/

Grande abraço!

Dona Sra. Urtigão disse...

Re
No frio da serra, um gostoso chocolate com leite, quentinho, numa caneca enorme...Ai que saudades...

Rubinho...

São
já eu sempre gostei muito de cemitérios, onde ia frequentemente com minha avó e depois, até hoje, vou quando preciso apaziguar minha alma, caminho em algum, lendo epitáfios, comparando datas. Acho que isto tem o poder de conectar-me à vida como ela é mesmo.

Pimenta
afinal, ao beber-se café, bebe-se o pó de todo um processo de vida (no cafeeiro). sem preconceitos, é que não gosto mesmo dO café, uso e abuso do guaraná no calor e do chocolate no frio, muito mais prazer e mesmo efeito

oimpressionista
o que tenho em minhas veias é poeira, mesmo que sendo amarela a maior parte da vezes. Tenho a lama das estradas em meus olhos , os pastos, as boiadas, os ranchos ocupando meus pensamentos. Se meu corpo ficará em um cemitério, o que é mais provável, ou na terra em uma mata, como eu gostaria, não sei, mas gostaria de sempre passear por aí.

Dona Sra. Urtigão disse...

Descobri via "rede Globo" que 3% da população brasileira não gosta de café... TUDO ISSO ? onde estão, pois nunca encontrei ninguem, fora alguns dos meus filhos...

Seguidores