MOSTRANDO

SÓ PARA LEMBRAR, QUE ALGUMAS VEZES ESTOU POSTANDO NOS OUTROS ESPAÇOS DO SÍTIO, DAQUI. OU ESTOU ISOLADA EM ALGUM SÍTIO DE CÁ, FORA DO MUNDO BLOGAL.


Tenho postado AQUI ou AQUI

domingo, 8 de fevereiro de 2009

Antes da ordem existe o caos

" A natureza material consiste dos tres modos - bondade, paixão e ignorância. Quando a entidade viva entra em contato com a natureza, ela fica condicionada por estes tres modos.
Ó impecável, o modo da bondade sendo mais puro que os outros, ilumina e livra a pessoa de todas as reações pecaminosas. Aqueles que se situam neste modo desenvolvem conhecimento, mas ficam condicionados pelo conceito de felicidade.
Ó filho de Kunti, o modo da paixão nasce dos desejos e anseios ilimitados e por causa disso a pessoa se prende as atividades fruitivas materiais.
Ó filho de Bharata, o modo da ignorância causa a ilusão de todas as entidades vivas. O resultado deste modo é a loucura, a indolência e o sono, que prendem a alma condicionada
......................................................................
Às vezes o modo da paixão se torna proeminente, subjugando o modo da bondade. E às vezes o modo da bondade subjuga o da paixão, e há outras vezes que o modo da ignorância subjuga a bondade e a paixão. Dessa maneira há sempre competição pela supremacia."
( BHAGAVAD GITA)



Ainda em processo de conclusão das atividades relativas a um espólio,que envolvem meus irmãos e um tio; promovendo transferências das duas filhas que ainda moram comigo, uma para cada cidade diferente, para continuação de estudos; mantidas as necessidades particulares de matar saudades dos filhos(as) que ja moravam longe, e dos netos; refletindo sobre perspectivas financeiras, pois com custos aumentados, só o que recebo como aposentada será insuficiente, vou ter que voltar a trabalhar(ARGH)e só sei fazer o que sempre fiz e definitivamente não gosto mais, é real que do amor ao ódio o limite é tênue; meu pc está funcionando só quando quer e lá estão minhas fotos sem backup, a maioria delas, tenho que compartilhar a máquina/pc das duas meninas; ainda não resolvi questões de partilha de meus bens ,com o ex, separação de sete anos atras, pois ele dificulta ao extremo qualquer possibilidade de acordo( Só para dar ideia da persona, ele paga estacionamento todos estes anos de um carro 4x4 que ficou em seu nome, mas que eu necessitaria, não vende nem cuida, hoje está completamente deteriorado, ferro-velho) não partilha taxas e impostos de imóveis mas não concorda com nenhum valor para venda, só essas questões dariam um...livro); meu inferno astral está para começar, acredito em renovação e o processo que acompanha cada natalício, não sei onde vou morar, a casa não é minha, cada filho quer que eu vá para perto dele e eu quero ir p'ra mata e nenhum concorda, pois acham que estou velha para ficar sòzinha.(Outro parentesis: descobri uma faixa etária idêntica a adolescência, quando voce não é nem uma coisa nem outra, no caso do adolescente, criança ou adulto, no meu caso madura ou senil).Perspectivas: tento dar ordem ao caos, o que é compatível com o que sempre fiz, cuidar, ou me renovo, rebelo, fujo de casa?

9 comentários:

ROSÁLIA LERNER disse...

é dói,mas vai se ajeitar,queria te dizer algo mais "útil".
LUZ para mostrar o caminho melhor talvez
Um bom abraço U

Manolo disse...

Questão dificílima... uma espécie de limbo, mas a colega é forte e há de sobreviver, com glórias. Ah, B.G. Krishna e Arjuna. Quanta sabedoria...
Abraços, daqui.

Dona Sra. Urtigão disse...

Amiga Rosália,
na verdade não dói, já não sinto dor psiquica por tão pouco. Só cansa, mas se descansar é não viver, a escolha é fácil.

AmigoR Manolo,
quase a mesma resposta que à Rosalia, nem é tão dificil, só dá trabalho e ...cansa, mas...
Quanto à sabedoria do Gita, concordo, embora Kierkegaard aponte de modo diferente para os estágios da vida. Para ele não há interação entre o modo estético, ético e religioso, uma vez transposto algum dos níveis, está superado, ou entendi mal? Talvez porque para o cristianismo, só se viva uma vez, sem possibilidade de correção se terminarmos em êrro, enquanto que o hinduismo nos permite correções e retornos até enquanto for necessário para consolidação do aprendizado. Pessoalmente, gosto mais da ideia do oriente. Me orienta melhor (hshshs)

netuno artes disse...

Ou seja para sermos/estarmos felizes, precisamos estar em equilíbrio com essas forças, pois se uma se sobrepor a outra, saímos de sintonia, acho que entendi...
abçs

Nilson Barcelli disse...

O texto que partilhou é interessante. Nunca tinha visto as coisas por estre prisma.

Quanto ao seu pormenorizado "relatório", não sei que conselho lhe dar... e se arranjasse uma nova paixão? Talvez tudo se resolvesse como num golp+e de mágica... Mas que ele, de preferência, seja bonito e rico...
Sabe, mas o seu relato deixou-me pensativo, porque eu também estou a caminhar para um estádo parecido... mas não sou divorciado, o que faz muita diferença...
Beijos.

Manolo disse...

Sou pelo orientalismo, também, colega. Mesmo os mais lúcidos uniexistencialistas não conseguem explicar, senão pelo 'acaso', determinadas coisas. Veja só que dilema o em que me encontro. Meu adorado Wittgenstein diz que Kierkegaard fôra (não resisti ao acento) o maior pensador do século XIX; todavia, ou me faltam conhecimentos maiores, ou ele mesmo morreu angustiado. E foi embora envolto em crudelíssimas dúvidas, também, Wittgenstein, como até Teilhard de Chardin, o paleontólogo-jesúita-evolucionista que quase causou um cisma na igreja católica.
Respostas, quem as há, definitivas? Justo num mundo relativo?
Minha tendência é crer (sem explicação muito convincente) na palingenesia.
Abraços, daqui

João Menéres disse...

Vim espreitar este BICHO-DA_MATA e quero agradecer o facto de se declarar minha seguidora.
Os seus comentários (ainda hoje acerca do John Copeland) são muito pertinentes e, por isso, me interessam.
Um beijo e obrigado.

RICARDO BLAUTH disse...

ALO, ALO

Vi neste momento que tenho voce como seguidora do meu blog o que muito me honra.
OBRIGADO
Desculpe se o mesmo não aceita comentários. Sou "jurássico" apesar de mentalmente ter recem feito 22 anos, apesar de ser modelo 1939.
Não aceita comentários mas os emails que me forem enviados CERTAMENTE SERÃO RESPONDIDOS.
Um abração
RICARDO BLAUTH
ARTESDOBLAUTH.BLOGSPOT.COM

Dona Sra. Urtigão disse...

Netunodasartes,
sempre o tal do equilíbrio como necessidade primordial. Mas nesse caso, penso, que deve haver uma preponderância do modo superior com tolerancia aos modos inferiores sempre que se manifestem. É assim que entendi, mas posso ter entendido errado.

Nilson,
paixão, tenho-as muitas, só não sou capaz mais de desenvolver paixão por uma pessoa, pois sou sequelada de relacionamento e escolhas erradas. Sou porem apaixonada pela beleza, seja em prosa ou verso, em pinturas ou fotografias, e prncipalmente a que vejo emquanto ando por aí. Fico extasiada com um raio de luz, com flutuações das tonalidades das cores, com a vida que se renova. Com a capacidade de superação dos entes viventes , com tudo enfim. Só as vezes fico de...quer dizer, fico cansada pelas limitações impostas pelas necessidades materiais da existência e aí desabafo neste meu diário publico.
Grata! Abraço!

ManoloR
penso que se o tal do deus tivesse certezas, talvez não criasse um mundo de possibilidades.

João, muito me honra sua visita, e envaidece seu comentário. Seja bem vindo, sempre que assim o desejar.

Ricardo,
pena não poder aplaudir sempre que vejo a produção de beleza e lá voce faz isso de sobra. Mas contida e tímida para entrar em sua caixa, antecipo mil aplausos.
De alguem que recem conpletou cem e avança bem mais rápido que a cronologia.

Seguidores